"O problema não é técnico, é político"

Versão para impressãoSend by emailVersão PDF

Em entrevista a TelesurTV, o presidente do Equador, Rafael Correa, fala sobre a Rio+20, economia verde, propõe mudar a noção de desenvolvimento para resolver os problemas ambientais, Assange, mídia e outros temas. Revela que alguns chefes de Estado tentaram chegar à cúpula dos povos, no Aterro do Flamengo, para estar com os movimentos sociais, mas que foi "impossível logísticamente, pois seriam mais de três horas de deslocamento"! Uma pena.

Sobre o pedido de asilo de Julian Assange, fundador da Wikileaks, assegurou que seu governo está analisando séria e responsavelmente a solicitação e que, até que não esteja completa essa análise não poderá se pronunciar formalmente. "Dizem que ele está louco, porque pede asilo a uma país onde há uma ditadura, mas a única ditadura que há no Equador é a dos meios de comunicação". Acrescentou que o pedido ao Equador é colocado nesses termos "porque deseja continuar sua missão de liberdade de expressão sem limites".

Leia mais e veja o vídeo da entrevista.

Fonte: blog Tecedora.