Durante a madrugada, negociadores abandonam debate sobre significado de economia verde

As definições detalhadas e as minúcias que cercam os temas-chave da Conferência das Nações Unidas sobrered in green Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, levaram os negociadores brasileiros e estrangeiros a passarem a noite de ontem e a madrugada de hoje (15) em reuniões. Os debates foram reabertos nesta manhã. A maior parte das divergências, entretanto, não foi dirimida.

Fundo de desenvolvimento sustentável deve ficar fora do texto final

dinheiroEm meio aos impactos da crise econômica internacional e das limitações financeiras dos países mais pobres, a proposta de criar um fundo de incentivo ao desenvolvimento sustentável, que conta com o apoio do Brasil, deve ser retirada do texto final da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

Os desafios da Cúpula dos Povos

rio plus A Conferência das Nações  Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, ocorre num momento em que a crise econômica estrutural que irrompeu abertamente em agosto de 2008 mergulhou Estados Unidos, União Europeia e Japão numa recessão, acirrou a competição entre os governos  dos países centrais e dos emergentes e enfraqueceu (...)

Chamada: Invasão Hacker Rio+20

onibusO Ônibus Hacker estará na Rio+20 para duas Invasões. A primeira acontece do dia 16 ao dia 18, no Nova Brasília, um dos 12 morros que formam o Complexo do Alemão.  A segunda acontece nos dias 19 e 20, no Aterro do Flamengo – Cúpula dos Povos.

Para entender a Rio+20

mapa mundoDo site ((o))eco, uma lista de documentos de referência importantes para entender melhor e acompanhar as discussões na Rio+20:

 

 

 


Rio+20: as polêmicas da conferência oficial

Por Katu Arkonada* | Tradução: Antonio Martins

Há vinte anos, em junho de 1993, celebrou-se no Rio de Janeiro a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, também conhecida como Cúpula da Terra. Dela participaram 172 governos, com presença de 108 chefes de Estado e governo.

Povos indígenas: elementos chave na Rio+20

circulo indigenaOs povos indígenas e suas organizações iniciaram hoje (14/6) suas atividades na Rio+20. O Grupo Principal de Povos Indígenas leu um texto no qual reivindica o Bem Viver e os Direitos da Mãe Terra, propõe a inclusão da cultura como quarto pilar do desenvolvimento sustentável (...)

Palco livre na Aldeia Nova Terra

Durante a Rio+20 a Aldeia Nova Terra reunirá (em Vargem Pequena - RJ) diversos coletivos ambientais, culturais, pontos de cultura, empreendimentos solidários e ecovilas em uma ação de vivência prática de um outro mundo mais em sintonia com a mãe terra. Estão convidados a participar todos os interessados em construir e viver uma experiência sustentável de alimentação, construção, moradia, vivência de paz, saúde e comunicação e produção cultural livre, durante a RIO+20.

Os grandes figurantes da Rio+20

Por Leonardo Boff

mapa mundoTrês serão os grandes figurantes da Rio+20: os representantes oficiais dos Estados e governos, os Empresários e a Cúpúla dos Povos. Cada grupo é portador de um projeto e de uma visão de futuro.

 

 

 

Xingu+23 reúne ativistas contrários à Usina de Belo Monte

Simultaneamente à abertura, no Rio de Janeiro, da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, começou ontem (13), em Altamira (PA), o encontro Xingu+23.

Até o próximo dia 17, o evento organizado pelo Movimento Xingu Vivo Para Sempre pretende reunir pescadores, ribeirinhos, pequenos agricultores, índios, acadêmicos, ativistas e representantes de diversos movimentos sociais.

Divulgar conteúdo